Blog

Plano de IoT e telemetria: Um novo cenário para operações mais inteligentes

Em junho de 2019 foi publicado no Diário Oficial da União o decreto que institui o Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT). O objetivo é regulamentar e desenvolver a IoT no Brasil, com base na livre concorrência e na livre circulação de dados e com observância das regras de segurança da informação.

Outro avanço recente no Brasil foi a aprovação em setembro de 2019 de proposta que zera o valor de taxas e contribuições incidentes sobre as estações móveis de serviços de telecomunicações que integrem sistemas de comunicação M2M (máquina a máquina). Essa série de benefícios busca impulsionar a indústria de IoT no Brasil.

IoT e Telemetria: a dupla dinâmica

Na prática, as soluções IoT conectam via internet dispositivos M2M, ou seja, permitem que máquinas se comuniquem entre si, sem a interferência humana. No segmento de telemetria, a IoT ajuda no rastreamento e monitoramento de ativos instalados em lugares remotos, permitindo, inclusive, o acionamento automático de um dispositivo, como um bloqueador de combustível, por exemplo.

Além disso, a IoT permite a captura e envio de dados em tempo real da operação, como a localização do caminhão, pressão dos pneus, temperatura da carga, tentativas de furto, necessidade de manutenção preventiva e mais uma infinidade de possibilidades. Em resumo: a IoT é imprescindível para as operações de telemetria e, por isso, o Plano Nacional de Internet das Coisas é tão bem-vindo e esperado pelo setor.

No Plano foram aprovados também alguns pilares de importância, como a necessidade de proteção a dados pessoais, melhora da qualidade de vida das pessoas, fomentação da produtividade e competitividade do mercado, busca pela parceria entre os setores público e privado para a implementação etc.

Com isso, podemos enxergar grande avanço na movimentação no que diz respeito à proximidade do mercado brasileiro com a tecnologia do exterior. Isso significa a participação do Brasil em fóruns de padronização, cooperação internacional em pesquisa e, consequentemente, maior desenvolvimento e inovação das ações desenvolvidas agora no país.

O que esperar no cenário de operações

Este é um momento muito importante para o Brasil e para as empresas que utilizam a IoT em suas operações. Com todas essas mudanças, é possível esperar uma performance cada vez mais aprimorada dos equipamentos, além de mais facilidade na aprovação de produtos e projetos relacionados à Internet das Coisas.

Para as empresas de rastreamento que ainda não utilizam a IoT com máxima eficiência, este é o momento de repensar seu modelo de negócio e investir em soluções inovadoras que garantam a permanência do seu negócio nos próximos anos.

As possibilidades de aplicação da IoT no mercado de telemetria são inúmeras, permitindo atender aos mais diferentes segmentos e casos de uso. Por isso, é sempre importante buscar junto a líderes de mercado quais as melhores alternativas para a viabilização da gestão remota de ativos no seu negócio.

A Effortech pode te ajudar nisso. Desenvolvemos produtos e soluções em telemetria, viabilizando a gestão remota de ativos de qualquer lugar do planeta. Que tal entrar em contato conosco e agendar um horário?